Recentemente fizemos uma pequena escapada para conhecer o famoso Valle Verzasca, na região de Ticino, na Suíça. O Valle Verzasca é conhecido por apresentar infinitos tons de azul ao longo do curso do rio, o que torna a paisagem imbatível, principalmente no verão.

Nesta época, vários grupos buscam o conforto das temperaturas amenas de Ticino para acampar, fazer trilhas e refrescar-se nas águas gélidas do rio Verzasca. E com a gente, o plano não foi diferente. Vou contar um pouco da nossa experiência no Valle Verzasca e dar algumas dicas para aproveitar melhor a região.

Leia também: Como planejar uma viagem para a Suíça?

Valle Verzasca Suíça
Rio Verzasca | Imagem: @pure-life-pictures | Adobe Stock

Onde fica o Valle Verzasca no mapa?

Fica no sul da Suíça, no Cantão de Ticino, pertinho de Locarno e Bellinzona, cidades que podem ser a base para o passeio pelo Valle Verzasca. Mais ao sul, está Lugano, a 1 hora de distância do vale, também uma boa opção para hospedagem. Se você está em Zurique, Berna ou Lucerna, fica pesado fazer o bate-volta destas cidades até lá. Então, recomendo que você passe a noite em Locarno, que é o lugar mais pertinho do Valle Verzasca.

Como chegar no Valle Verzasca?

O jeito mais fácil é ir de carro. Isso porque as conexões de transporte público nesta região não são tão frequentes como as conexões de transporte do norte da Suíça. No nosso caso, alugamos um carro e saímos de Zurique às 8h da manhã, chegando somente às 12h em Locarno, onde decidimos dormir (num camping).

Se você precisar alugar um carro na Suíça, recomendamos o site da RentCars. Eles possuem um acervo com as melhores locadoras de carro da Europa e oferecem tarifas bem competitivas. Para reservar um carro com eles, clique aqui.

Valle Verzasca Suíça
Ponte dei Salti | Imagem: @akulamatiau | Adobe Stock

Para ir direto até o Vale, coloque no GPS a cidade de Lavertezzo, onde está a famosa ponte dei Salti. Há um estacionamento onde é permitido ficar por 3h bem ao lado da ponte, e outro mais adiante onde é permitido estacionar o dia todo. Os parquímetros aceitam pagamento com cartão de crédito, mas é bom levar algumas moedas por garantia.

Transporte público até o Valle Verzasca

Se você não quiser ir de carro, pode ir de trem chegando em cidades como Bellinzona, Tenero ou Locarno. A partir delas, você precisará pegar um ônibus regional até Lavertezzo.

Para este passeio, convém ter um Swiss Travel Pass na mão, já que é o passe que dá direito a usar todos os transportes públicos da Suíça num único bilhete. Clique aqui para ler a nossa página com tudo o que você precisa saber sobre o Swiss Travel Pass.

Valle Verzasca Suíça
Ponte dei Salti | Imagem: @Eva Bocek | Adobe Stock

A minha rota no Valle Verzasca

Eu fui com a intenção de fazer a trilha entre Sonogno e Lavertezzo, a trilha mais procurada na região. Lá está a Ponte dei Salti, que de fato, é uma maravilha de linda!

Ponte Dei Salti | Imagem: Juliana Guimarães

Levantamos às 6h30 da manhã e saímos para Lavertezzo, a 30 min de distância do nosso camping em Locarno. Deixamos o carro no estacionamento de Lavertezzo e seguimos de ônibus até Sognono, onde começamos a trilha até voltar a Lavertezzo.

O estacionamento custou 8CHF o dia todo, mas precisa ficar de olho pois há dois estacionamentos em Lavertezzo. Um deles tem limite máximo de 3 horas e outro, mais adiante, sem limites de hora para estacionar. Na frente do estacionamento, pegamos o ônibus local 321 para nos levar até Sonogno.

Valle Verzasca Suíça
Vila Medieval de Sonogno | Imagem: @Michal | Adobe Stock

O ônibus regional 321 só passa em determinadas horas do dia. Tivemos que pegar o ônibus das 7h20 da manhã, já que o seguinte ônibus passaria só às 10h20! Atenção aos horários deste ônibus se você quiser fazer a mesma trilha.

Em Sonogno, buscamos um café para comer alguma coisa e encontramos um pequeno bar/café/restaurante/hotel na entrada da vila. Era a única opção aberta num domingo às 7h50 da manhã! Não espere muitas opções, Sonogno é uma vila com somente 85 habitantes.

Em seguida começamos a caminhar na trilha, que está muito bem sinalizada. Há várias placas o tempo inteiro informando quanto tempo de caminhada até o destino final, Lavertezzo.

Trilha Valle Verzasc
Trilha Valle Verzasca | Imagem: Juliana Guimarães

Se você quiser saber tudo sobre trilhas na Suíça, recomendo a leitura deste post detalhado aqui.

Achei essa trilha do Valle Verzasca bem fácil, ainda que, bem longa! São 13km de triha e segundo as estimativas, leva-se 4h10 para fazer o percurso completo. Eu fui parando, fazendo mil fotos e comendo lanchinhos da mochila o tempo todo. Paramos para banho no rio também, antes de completar o trajeto. Tempo total da nossa caminhada pelo Valle Verzasca: 7 horas. Mas valeu cada segundo!

Outras trilhas no Valle Verzasca e arredores

Você não precisa fazer somente esta trilha de 13km que a gente fez, pois tem muitas outras trilhas na região. É uma trilha mais linda que a outra. Inclusive, você não precisa fazer os mesmos 13km que a gente fez, dá pra encurtar o caminho e fazer somente uma parte da trilha, cansa bem menos e não dá bolhas nos pés! Opções como o Valle Onsernone, a trilha de Tamaro-Lema, Ritom-Piora, Greina ou Lucomango são incrivelmente lindas. Eu fiquei com vontade de voltar lá pra fazer todas elas!

Valle Verzasca Suíça
Ponte dei Salti | Imagem: @Eva Bocek | Adobe Stock

Hotel no Valle Verzasca?

Desta vez nós ficamos no Camping Tamaro, que mais parece um clube onde você arma a sua barraca e divide o espaço com outros aventureiros. Além disso, é possível alugar cabanas neste camping , embora o preço seja bem mais alto. Para uma noite de camping, nós pagamos CHF 55 para 2 pessoas. Bem mais barato que ficar num hotel, porém, incomparável sob o ponto de vista do conforto. Nós ficamos 2 noites neste camping, mais do que isso seria uma tortura para as nossas colunas.

Agora, se você quer um pouco mais de conforto, pode buscar hotéis em Locarno, que é a maior cidade da região. Uma opção é o Ibis Locarno, que costuma ter bons preços e está numa excelente localização. Outra opção é o Hotel Garni Millenium, que possui excelentes recomendações no Booking e também está muito bem localizado.

Hotel Millenium
Endereço: Via Dogana Nuova 2, 6600 Locarno
Reserve com cancelamento grátis pelo site Booking.com

Últimas dicas sobre o Valle Verzasca

É importante saber que a alta temporada do Valle Verzasca é no verão, mas é possível fazer passeios entre março e outubro. No inverno, quase não há atividades na região, em função do frio. No entanto, é possível fazer as trilhas se tiver bem agasalhado. Se for mergulhar no rio Verzasca, lembre-se de que há muitas áreas onde a água forma “piscininhas” e outras em que a corredeira é super violenta e perigosa. Seja prudente na hora de escolher onde nadar, já houve acidentes fatais por imprudência no Valle Verzasca.

Para fazer as trilhas, leve lanches e água na mochila, já que você não passa nunca por estabelecimentos para comprar comida ou água durante a atividade. Leve também protetor solar. Finalmente, é sempre bom ter dinheiro em espécie (bilhetes pequenos ou moedas) para estacionamentos e passagens de ônibus.

Leia também:
Guia de Lugano
Tudo sobre trilhas na Suíça | Guia Completo
Monte Bré | A melhor vista panorâmica de Lugano