Se você precisa de informações sobre o que fazer em Lucerna, aqui vai o nosso guia completo sobre a cidade. Lucerna é uma das cidades mais lindas do norte da Suíça, daquelas que vão te fazer se encantar pela arquitetura, pelas paisagens e pelo estilo de vida tipicamente Suíço.

Está bem no meio das montanhas Rigi e Pilatus, dois picos interessantes para quem está de passagem pelos Alpes e quer sentir um friozinho, comer um fondue (de queijo!) ou se deliciar com um chocolate (suíço!) como se fosse um morador local.

Leia também: Como planejar uma viagem pela Suíça?

Onde fica Lucerna no mapa?

Fica localizada a 50km ao sul de Zurique. Além disso, Lucerna possui cerca de 80.000 habitantes e está entre as cidades mais importantes da região norte da Suíça. Sua história influenciou a formação da Suíça atual, sendo parte da primeira “Confederação Suíça” no ano de 1332. Ou seja, há muitas atrações turísticas interessantes para conhecer em Lucerna.

Saindo de Zurique você pode ir até Lucerna de trem. A cada 30 minutos há um trem em direção a Bahnhof (Estação de trem) de Lucerna, mas se comprar os tickets com antecedência você poderá encontrar ótimos preços.

Para quem gostaria de economizar, compensa comprar o Swiss Travel Pass, que dá direito a viagens ilimitadas por todo o país por determinados dias. Clique aqui para ler a nossa página com tudo o que você precisa saber sobre o Swiss Travel Pass.

A viagem entre Zurique e Lucerna dura cerca de 1 hora no trem e por si mesma já é um ótimo passeio com lindas paisagens.

Outra opção é alugar um carro, por isso eu recomendo a visita no site da rentcars.com , onde você pode verificar vários modelos de carro disponíveis em diversas empresas, e escolher o mais adequado para o seu caso.

O que fazer em Lucerna?

O passeio básico por Lucerna consiste em visitar as atrações turísticas do centro histórico a pé e conhecer a região do Lago de Lucerna. Sugiro a caminhada pela cidade na parte da manhã, em seguida um passeio de barco pelo Lago de Lucerna na parte da tarde.

Quem tiver mais tempo, pode tirar um dia para conhecer alguma das montanhas da região: Rigi, Pilatus ou Titlis. Titlis é a única que terá neve o ano inteiro, enquanto as demais só possuem neve durante o inverno.

1. KKL Lucerne

Comece o passeio saindo da estação principal de Lucerna em direção ao KKL, o centro de convenções e cultura. Fica à direita, saindo da estação principal. Este edifício foi projetado pelo arquiteto Jean Nouvel com a ideia de refletir no teto a água do lago. Aliás, o edifício é lindo e a vista de lá é fantástica. Anualmente, acontece o Festival de Lucerna no KKL, famoso por apresentar os melhores artistas da música clássica mundial na cidade.

É possível agendar tours pelo edifício, desse modo a galera da arquitetura vai gostar deste passeio. Mais informações no site oficial do KKL Luzern.

No caminho, note que há um portal justamente na frente da estação de trens de Lucerna. Esta era a entrada antiga da estação, antes da reforma, que sem dúvida ficou linda como portal da cidade.

Continue o passeio pelo centro histórico de Lucerna, onde há diversas atrações turísticas. Primeiramente, visita a Ponte da Capela, seguido pela Igreja Jesuíta, a Igreja Franciscana e a antiga Farmácia. Em seguida, atravesse a Spreuerbrücke e visite a Muralha Medieval e a Antiga Prefeitura. Por fim, feche o passeio no Leão de Lucerna. Não se esqueça de ir tirando muitas fotos no meio do caminho porque as ruas são lindas e rendem muitos uaus!

Lucerna Suíça
Centro de Congresso KKL Lucerna e Pilatus ao fundo | Imagem: @djama | Adobe Stock

2. Ponte da Capela

A Ponte da Capela é particularmente especial por ser a ponte de madeira coberta mais antiga da Europa, assim como mais velha ponte treliçada sobrevivente da antiguidade! É a ponte da capela (ou em alemão Kapellbrücke), construída em 1333, passou por várias reformas mas ainda preserva sua característica original. Não atravesse esta ponte ainda, já que boa parte das atrações ficam do mesmo lado da margem do rio.

Durante a primavera e verão, a ponte fica toda decorada com flores naturais, linda demais. É proibido fumar dentro da ponte, em razão de um incêndio que aconteceu justamente por causa de um fumante nos anos 90. Nesta época ela foi praticamente toda queimada e reconstruída novamente para o público um ano depois.

Lucerna Suíça
Ponte da Capela de Lucerna | Imagem: @Edler von Rabenstein | Adobe Stock

3. Igreja Jesuíta

Uma igreja barroca do século 17, completamente adornada e hiper decorada, de uma beleza única na Suíça. É uma igreja católica que foi construída para reforçar a fé católica na cidade após a reforma protestante do norte. Sem dúvida, é um dos edifícios mais bonitos da cidade.

Lucerna Suíça
Igreja Jesuíta de Lucerna | Imagem: @Rastislav Sedlak SK | Adobe Stock
Lucerna Suíça
Altar da Igreja de São Leodegar | Imagem: @Oleg Znamenskiy | Adobe Stock

4. Igreja Franciscana

Esta já é uma igreja bem mais modesta que a primeira, porém igualmente impressionante. Trata-se de um edifício do século 13, que foi construído no estilo barroco e possui o púlpito mais adornado do país. Bandeiras representam as batalhadas vencidas pelo por Lucerna durante a idade média.

5. Antiga Farmácia

Trata-se de uma farmácia quase normal – eles mantiveram os antigos frascos como se vendiam os remédios antigamente na vitrine. O resultado virou uma atração turística. Pelo menos todo mundo para para fazer foto da vitrine, o que acaba atraindo clientes para a farmácia convencional. Fica na Bahnhofstrasse, 21, para quem não encontrar no mapinha!

6. Spreuerbrücke

Outra ponte interessante, também feita de madeira. A Spreuerbrücke possui em seu interior várias pinturas do século 17, todas pintadas com motivos católicos. Isso porque era necessário reforçar a crença católica da região frente à reforma protestante que afetava o norte da Suíça. É possível atravessar esta ponte e já ir observando o centro da cidade de lá. Também é proibido fumar em seu interior.

Depois que você cruzar a ponte, vai cair no coração do centro histórico. Há muitas residências antigas, inúmeras fontes, pinturas e brasões por toda a cidade. Basta olhar para cima para deparar-se com algumas destas maravilhas. As fachadas são desde muitos anos uma tradição na cidade, porque elas contam histórias das famílias, da cultura, da religião e da vida popular de Lucerna.

Lucerna Suíça
Ponte do Moinho de Lucerna | Imagem: @Karl Allen Lugmayer | Adobe Stock
Lucerna Suíça
Canal de Lucerna | Imagem: @Scanrail | Adobe Stock

7. A muralha medieval de Lucerna

Lucerna conserva também a muralha medieval que antes protegia a cidade. Esta é uma das poucas cidades do mundo que manteve praticamente intacta a antiga muralha, mesmo depois da expansão no século 19. É muito legal caminhar pela muralha para fazer umas paradas estratégicas nas torres no meio do caminho. São 9 torres no total, das quais 4 estão abertas ao público, com entrada gratuita. E lá de cima, a vista é linda!

Entre as torres, a time tower me chamou a atenção, pois é a torre onde está o relógio que foi instalado em 1535. Quando você entra na torre pode ver o relógio por dentro, ou seja, todo a tecnologia da época. Como o relógio é antigão, dá para ver como eles faziam os relógios, praticamente sem nenhum recurso como os que temos hoje em dia. Preciso avisar que tem uma subida meio danada pra chegar até lá, mas o esforço vale a pena!

Lucerna Suíça
Vista aérea da Muralha de Lucerna | Imagem: @rh2010 | Adobe Stock

8. O Leão de Lucerna

Ah o leão! Suponhamos que você só tenha 1 hora para passar em Lucerna. O que fazer?! Vá visitar o leão! É uma escultura em pedra de tamanho gigante, lapidada direto na montanha. É um leão, fantasticamente esculpido na rocha, ou seja, uma escultura realmente impressionante.

Marc Twain uma vez descreveu-o como o pedaço de pedra mais triste e comovente do planeta. Não é por menos! Este leão está em Lucerna desde 1820 e é uma homenagem à guarda suíça que foi massacrada durante a revolução francesa. Estes guardas protegiam a família do rei Luis XVI em Versailles (aquele que foi degolado pelos franceses, tá ligado?). A história conta que a guarda suíça era um dos melhores exércitos da Europa, apesar de ser formado por mercenários. Tais guardas eram famosos por sua disciplina e lealdade, ou seja, eles eram contratados por várias famílias reais na França, Espanha, Itália para proteger seu patrimônio. Ao longo dos anos a guarda foi perdendo sua função, mas ainda há algum resquício da Guarda Suíça na Europa. São eles quem cuidam do Vaticano, por exemplo.

Leão de Lucerna
Monumento do Leão de Lucerna | Imagem: @eyetronic | Adobe Stock
Leão de Lucerna
Monumento do Leão de Lucerna | Imagem: @JK | Adobe Stock

Principais Montanhas de Lucerna

Há várias Montanhas em Lucerna, ideais para fazer se você possui mais tempo na cidade. Eu diria que se você passar pelo menos 2 dias em Lucerna, tire um deles para conhecer uma das montanhas da cidade.

Entre as montanhas de Lucerna mais famosas, a principal (e mais cara também) é o Monte Titlis. Esta também é a montanha mais afastada de Lucerna, ainda que seja fácil chegar até ela. A Montanha Rigi é conhecida como a Rainha das Montanhas e está 100% incluída no Swiss Travel Pass, ou seja, é a mais barata. Pilatus, a Montanha dos Dragões, possui uma estrutura de arborismo interessante, sendo perfeita para ir com crianças durante o verão. Por fim, a Stanserhorn possui uma estrutura de bondinho conversível super legal para conhecer no verão!

1. Monte Titlis

Titlis costuma atrair turistas do mundo inteiro interessados em conhecer o bondinho giratório e a sua geleira. É portanto a montanha perfeita para esquiar e praticar outros esportes de neve. No topo da montanha há também uma estrutura bem interessante para quem gosta de adrenalina, com uma ponte suspensa e vazada que dá medo só de olhar! Aqui tem um post super completo sobre o que fazer em Titlis e como chegar até a montanha saindo de Lucerna.

Cliff Walk Titlis
Titlis Cliff Walk | Imagem: Juliana Guimarães

2. Pilatus

Pilatus é conhecida como a Montanha dos Dragões de Lucerna porque é a montanha das lendas fantásticas, lugar super estruturado para ir com crianças. No verão, há tobogã, estrutura de arborismo e uma vista de tirar o fôlego. No inverno, muita neve no caminho! Só subir de bondinho já é uma atração e tanto! Há dois percursos para subir em Pilatus, recomendo ir de bondinho e descer de trenzinho, com passeio de barco pelo Lago de Lucerna para arrematar! Aqui neste post tem mais informações sobre o Monte Pilatus de Lucerna, com todas as dicas para fazer o bate-volta.

Montanha Pilatus Lucerna
Bondinho na Montanha Pilatus | Imagem: djama | Adobe Stock

3. Rigi

Rigi é uma das montanhas mais tradicionais da Suíça, com uma estrutura de bondinhos e trem tipo cremalheira bastante completa. É a montanha mais baixa, porém, está 100% incluída no Swiss Travel Pass, ou seja, grátis! 🙂 No inverno, é também possível passar o dia nas Termas de RigiKaltbad, uma experiência perfeita para quem não gosta de praticar esportes de neve. Para saber mais, aqui tem um post completo sobre a Rigi.

Montanha Rigi Lucerna
Rigi | Imagem: My Switzerland

4. Stanserhorn

A Stans é uma montanha bem menos popular nos Alpes Suíços, porém deveria receber mais atenção porque possui uma tecnologia bem exclusiva, com um bondinho conversível. Ou seja, é um lugar lindo para se visitar no verão, em dias de muito calor, de preferência! Aqui neste post você encontra mais informações sobre a Stanserhorn.

Lucerna Montanha Stanserhorn
Montanha Stanserhorn | Imagem: Juliana Guimarães

O que comer em Lucerna?

Se você quiser comida típica, peça fondue! Na Suíça o prato típico é fondue de queijo. Até existe o fondue de carne, chamado de fondue chinoise, mas é um prato bem menos popular. E nem pense em pedir fondue de chocolate que eles ficam irritados: chocolate é pra derreter na boca e não na panela. Isso segundo eles, tá, porque eu adoro fondue de chocolate!

1. Fondue

Bom, o fondue de queijo é bem forte. O fondue é uma mistura de queijo derretido com vinho branco. Daí você espeta pão ou batata com um garfinho especial e mergulha o seu espeto nesse queijo fundido. Ou seja, devore, simplesmente, devore!

2. Rösti

Se você não gosta de sabores e cheiros fortes, minha sugestão é que você peça a Rösti. É uma excelente batata ralada com queijo derretido por cima, um dos meus pratos favoritos da Suíça. Costuma ser servida como acompanhamento, mas eu já vi Rösti sendo servida como prato principal também.

3. Raclette

Há também a Raclette, que é um pedação de queijo que vai derretendo por cima de batata, carnes de caça e porco, também muito bom. Qualquer uma destas três opções te fará entender os populares sabores da Suíça: queijos amarelos com batata, ou seja, só alegria! 😀

4. Cordon Bleu

Mas se você quer variar um pouco, a Suíça é também a terra do Cordon Bleu, meu preferido!  Eu comi um que era carne de porco recheada de queijo (pra variar). Divino!

5. Queijos

Já deu pra perceber que o queijo é uma comida protagonista na culinária local, né!? Entre os queijos suíços típicos, o Emmental e o Gruyère fazem a fama entre os mais populares. Ótimos para acompanhar um bom vinho naquele clima de romance nos Alpes!

6. Chocolate

Prepare a balança, porque depois da comilança ainda tem chocolate para a sobremesa.

Para ler mais informações sobre Pratos Típicos da Suíça, leia nosso post com 10 pratos para provar na Suíça.

Restaurantes em Lucerna

Há vários restaurantes típicos na cidade, quase todos na beira do rio Reuss, entre as pontes cobertas. Mas eu recomendo o restaurante Old Swiss House, que fica no caminho do leão de Lucerna e é um lugar que serve praticamente todos os pratos típicos da Suíça, vale a pena.

Restaurante Old Swiss House
Endereço: Löwenplatz 4
Aberto de terça a domingo, das 11h às 23h
Reservas: 041 410 61 71

Onde ficar em Lucerna?

Se você pretende se hospedar em Lucerna, o ideal é buscar os hotéis mais centrais e perto do lago, assim você poderá caminhar sem se preocupar com o transporte. Quem busca um hotel mais acessível, pode ficar no Hotel des Alpes, bem cêntrico e com uma boa estrutura de serviços. Se você quer luxo, os hotéis 5 estrelas mais recomendados da cidade são o Schweizerhof, e o National.

Já o Hotel Des Balances (4 estrelas) tem excelente localização e um serviço impecável, e possui uma vista linda do rio Reuss e dos edifícios históricos da cidade. Para mim é o hotel ideal, hiper confortável e aconchegante, perfeito para viagens de lua de mel para quem busca algo especial.

Hotel des Balances Lucerna

Hotel Des Balances
Endereço: Weinmarkt 6006
Reserve o Hotel Des Balances com cancelamento gratuito no Booking.com

Últimas dicas sobre Lucerna

Quase tudo na cidade tem preços suíços, ou seja, nada muito baratinho por lá. É sempre bom ir preparado umas comidinhas na mochila caso você não esteja disposto a gastar muito, já que deverá pagar pelos transportes e passeios. Você pode economizar comprando o Swiss Travel Pass.

Leia também:
Lago Bannalpsee | Pertinho de Lucerna
O que fazer em Interlaken? Guia sobre a cidade