O trem panorâmico Bernina Express é sem dúvida o passeio de trem mais famoso da Suíça. Isso porque a rota passa por incontáveis pontes e viadutos além de penhascos e picos nevados ao longo de todo o percurso. Para se ter uma ideia, a rota entrou para a lista de Patrimônios Mundiais da Unesco, certamente um marco para a Rhaetian Railway que gerencia as linhas de trem da região.

Mapa do Percurso | Bernina Express

Antes de mais nada, é bom saber que o Bernina Express é tradicionalmente o trajeto que vai de St. Moritz até Tirano, na Itália. Mas a rota se expandiu e atualmente o trajeto completo do Bernina Express compreende o pedaço de Chur ou Lanquart / Davos até St.Moritz (Albula Line), seguindo até Tirano (Itália) e depois de ônibus até Lugano, na Suíça. Aqui vai o mapa oficial do Bernina Express para ajudar a entender melhor o percurso.

Bernina Express Mapa
Mapa do Trem Panorâmico Bernina Express | Imagem: My Switzerland

Sem dúvida, esta é uma das rotas de trem mais bonitas do mundo, justamente porque conecta a região montanhosa do leste da Suíça com o sudeste ensolarado, passando por paisagens de fazer cair o queixo! Desde Chur, são quase 200 pontes, 55 viadutos e túneis em 156km de linhas ferroviárias! O trajeto completo entre Chur e Tirano dura 4h13 min enquanto o trajeto entre St. Moritz e Tirano dura 2h30 min. O ônibus entre Tirano e Lugano é uma parte adicional, com duração de 3h10min, mas não funciona durante o inverno.

O trem sai pontualmente às 9h17 da manhã da estação de St. Moritz. Além disso, todos os passageiros devem obrigatoriamente reservar um assento para viajar neste trem, não importa se a viagem for na primeira ou na segunda classe. A reserva pode ser feita diretamente nos guichês de qualquer estação de trens na Suíça ou online pelo site da Rhaetian Railway RhB. Mas para quem possui o Swiss Travel Pass, o passeio está incluído no bilhete, sendo necessário somente a reserva do assento.

Minha Rota no Bernina Express

Eu fiz a rota completa em dois dias. No primeiro dia, saí de Chur até St. Moritz, onde passei uma noite. No dia seguinte fui de St. Moritz até Lugano. A seguir vão os detalhes da minha viagem.

Bernina Express de Chur até St. Moritz

A primeira parte do passeio entre Chur e St. Mortiz é um dos trajetos panorâmicos mais lindos que eu já vi na Suíça. Nós saímos às 12h58 pontualmente da estação de Chur para chegar às 15h03 em St. Mortiz. Mas o trajeto é tão maravilhosamente lindo que a gente nem viu as horas passarem!  Esta rota faz parte da Rhätische Bahn, ou ferrovia rética em Português, nome dado à linha de trens regionais do cantão de Graubünden. Em suma, são 62km de linhas de trem que sobem aproximadamente 1000 metros de altitude cercados por montanhas imponentes e viadutos importantes como o Landwasser Viadukt (talvez o ponto mais famoso da linha Albula Line).

Bernina Express
Bernina Express

O trajeto, com mais de 100 anos de idade, entrou pra lista de patrimônios da Unesco porque é considerado uma obra prima de engenharia. Dentro do trem escutamos informações sobre a Albula Line e seus principais pontos turísticos, tudo dentro de um trem vintage, que dá um charme extra à essa rota tão linda!

Chegamos em St. Moritz com a expectativa super alta, depois de ter visto tantas belezas pelo caminho! E a cidade não deixou por menos. Lá pudemos avistar várias montanhas com picos nevados, rios, lagos e um pouco do centrinho de St. Moritz antes que o dia acabasse.

Bernina Express de St. Moritz até Tirano

No dia seguinte, partimos cedinho de St. Moritz até Lugano. O trem chega aos poucos até o Ospizia Bernina, um hotel a 2253 metros de altitude, onde antigamente funcionava um refúgio para os peregrinos. No caminho também passamos pela montanha Engadin, e pelo glacier de Morteratsch, onde avistamos o Piz Bernina, pico com 4049 metros de altitude. O ponto mais alto da rota é na altura do Lago Bianco, logo depois do Lej Nair (lago negro). Prepare-se para muitas fotos de um lado e de outro do trem. Eu resolvi que iria ficar em pé nesta parte do trem, porque não queria ter que levantar e sentar toda hora.

Em seguida, o trem alcança a região de Valposchiavo, onde faz uma parada de 15 minutos para fotos e observação do vale. É uma loucura de tão lindo! Em seguida, o trem começa a descer para a região sul dos Grisões e a paisagem vai mudando dos picos nevados para vales verdinhos. Quando chega ao lago de Poschiavo o trem já entrou em frenesi e é difícil perambular de um lado para outro para conseguir a melhor foto. A cidade de Miralago possui uma vista privilegiada de Poschiavo, ou seja, já entrou para a minha listinha de lugares a voltar com mais calma em breve.

Em seguida, o trem passa pelo viaduto circular Brusio, outra obra fantástica de engenharia, para nos dar o gostinho final até chegar em Tirano, na Itália. A diferença de altitude entre St. Moritz e Tirano faz com que a temperatura seja bem diferente nas duas cidades. Ou seja, eu saí de St. Moritz de casacos de neve para chegar em Tirano de shorts e camiseta. Por fim, eu ainda tomei um gelato de pistache no calor de agosto, coisa que em St. Moritz não combinava muito.

Ônibus Bernina Express de Tirano até Lugano

Depois do almoço, seguimos de ônibus até Lugano. Tivemos 2 horas em Tirano para almoçar, caminhar, tirar fotos, tomar sorvete, comprar souvenirs e esperar o ônibus arrancar. O passeio de ônibus não é tão espetacular como o trem, porém, é a forma mais rápida de chegar até Lugano, então pra gente compensou.

Preços, Horários e Reservas

Todos os passageiros precisam viajar em posse do bilhete de trem e da reserva do assento. São dois produtos diferentes e você pode optar por fazer o trajeto completo ou somente parte do percurso do Bernina Express. Os preços variam conforme o percurso escolhido. A seguir vai a lista de preços conforme os trajetos mais populares. Vale lembrar que os portadores do Swiss Travel Pass não precisam pagar o bilhete do trem, mas somente a reserva da poltrona.

Trajetos Disponíveis1a classe 2a classe
Chur – Lugano (ou vice-versa)138 CHF89.60 CHF
Chur – Tirano (ou vice-versa)111 CHF63 CHF
Chur – Poschiavo (ou vice-versa)98 CHF56 CHF
St. Moritz – Tirano (ou vice-versa)56 CHF32 CHF
St. Moritz – Lugano (ou vice-versa)85 CHF61 CHF
St. Moritz – Poschiavo (ou vice-versa)41.80 CHF23.80 CHF
Pontresina – Tirano (ou vice-versa)49 CHF28 CHF

Os preços acima são referentes ao bilhete do trem, exclusivamente. À parte, todos os passageiros devem também comprar a reserva do assento, que varia conforme a estação do ano, descritos em detalhes a seguir:

INVERNOBAIXA TEMPORADAALTA TEMPORADA
(De 01.11.2021 à 11.12.2021)
CHF 10.00
(De 01.03.2021 à 31.05.2021)
(De 01.10.2021 à 31.10.2021)
CHF 14.00
(De 01.06.2021 à 30.09.2021)
CHF 16.00

Para fazer a reserva, acesse o site oficial do Bernina Express e escolha o percurso desejado. Lembre-se que os assentos só podem ser reservados com um máximo de 60 dias de antecedência. Mas você pode comprar os bilhetes com mais antecedência e deixar para reservar os bilhetes quando estiver mais perto da viagem.

Compensa Viajar de Primeira Classe?

Eu normalmente digo às pessoas que não faz tanta diferença a viagem na primeira classe, porque o trem é o mesmo (e logo, a vista é a mesma também!). Mas tanto no Bernina Express como no Glacier Express, a experiência muda bastante se você está na primeira classe. Isso porque o serviço é diferente, as poltronas são mais confortáveis e a viagem em si fica mais agradável. Como estes são trajetos longos e que costumam ser viagens especiais (ou seja, não é só para ir de um destino a outro, como também, para apreciar a vista), eu acho que vale a pena sim investir num bilhete de primeira classe.

Melhor Época para fazer o Bernina Express

Se você estiver pensando em fazer o trajeto completo, de Chur até Lugano, como eu fiz, vale a pena fazer o trajeto no verão. Primeiro porque o ônibus só opera durante a alta temporada de verão, e segundo, porque no verão você consegue aproveitar melhor a parada em Tirano e desfrutar das temperaturas mais amenas da cidade.

Se por outro lado você quiser fazer a viagem no inverno (e ver a paisagem branquinha de neve no lado de fora do trem), então eu recomendo fazer somente o trajeto de Chur até St. Moritz e Vice Versa. Dá pra aproveitar bastante a região de St. Moritz no inverno e fazer muitas atividades de neve por lá.

Leia também:
Melhores trens panorâmicos da Suíça
Trem Panorâmico | Glacier Express
Luzern Interlaken Express | Trem Panorâmico